segunda-feira, 14 de julho de 2014

IT'S A TRAP - Artrópodes

E, no segundo It's a Trap de Biologia teremos o maior filo do Reino Animalia, que possui mais de 1.000.000 espécies. De 10 animais no mundo, 7 são artrópodes. E, também veremos as suas classes!

Como eu já disse, os artrópodes possuem o maior número de animais conhecidos. Eles são animais adaptados pra todo tipo de ambiente: ar, terra, solo, água salgada, água doce. Alguns possuem organizações sociais, onde são divididos em castas, onde cada um tem uma função, como por exemplo as formigas, as abelhas e os cupins. Possui tubo digestório completo, com boca e ânus. Possuem glândulas digestivas anexas, fazendo com que assim consigam mais alimento em menos quantidade de tempo. Também possuem apêndices multiarticulados, que ajudam na movimentação e na alimentação.



Uma das principais características dos artrópodes é a presença do exoesqueleto feito de quitina. Tal esqueleto é geralmente impermeável. Mas, o lado negativo dele é que como é duro e rígido, ele não permite o crescimento. Por isso, acontece algo chamado de muda ou ecdise, onde o animal precisa se livrar do exoesqueleto antigo e formar um novo, maior que o anterior. Por isso, o crescimento dos artrópodes é conhecido como um crescimento incontínuo, irregular. No sistema locomotor, o sistema de músculos é ligado nas articulações. Apresenta um sistema circulatório aberto (lacunar), onde o coração impele sangue para os órgãos. No sistema respiratório, os crustáceos possuem um sistema branquial, enquanto os aracnídeos possuem um sistema filotraqueal. Juntos, os dois são conhecidos por fazer a respiração por meio do sangue, que transporta gases respiratórios. As demais classes possuem um sistema traqueal. No sistema nervoso, o gânglio cerebral e a cadeia nervosa enviam nervos que se conectam com as articulações e com os músculos. Os artrópodes possuem sistemas sensoriais muito eficientes, e podem sentir ameaças naturais, possuem sensores químicos, sensores de paladar (como o presenta nas mãos da mosca), entre outros. No sistema excretor, possuem o tubos de Malpighi.  Nas formas terrestres, acontece a fecundação interna enquanto nas aquáticas acontece tanto a interna quanto a externa. A maioria deles tem estado larval e se torna adulto por meio da metamorfose.

Classe Insecta

O corpo é formado por cabeça, tórax, abdome. O tipo mais comum de insetos são os holometabólicos, que são aqueles que fazem a metamorfose completa, de ovo até imago (fase adulta). Dentre os processos do crescimento, existe um hormônio conhecido como hormônio juvenil, que impede a passagem de larva para pupa. Além disso, eles possuem 3 pares de pata.

Classe Arachnida

Corpo formado por cefalotórax e abdome, possuem quatro pares de patas e não apresentam antenas.

Classe Crustacea

Corpo formado por cefalotórax e abdome, possuem quantidades de pata variáveis e dois pares de antenas.

Classe Chilopoda

Classe formada por centopeias e lacraias, são segmentadas e achatadas. Na cabeça, possuem um par de longas antenas e um par de mandíbulas. No primeiro segmento, apresentam um par de garras venenosas. Na excreção, apresentam o já falado tubo de Malpighi. Corpo formado por cabeça e tronco, apresentam 1 par de patas por segmento.

Classe Diplopoda

Classe dos chamados piolho-de-cobra, que possui um corpo cilíndrico com muitos segmentos. Na parede do corpo, apresenta cálcio. Alguns são brilhantemente coloridos. Corpo formado por cabeça e tronco, apresentam um par de antenas e dois pares de patas por segmento. A alimentação é feita de vegetais e animais mortos.

0 comentários:

Postar um comentário